Deputado Georgiano Neto exige viagem para São Paulo paga pela Assembleia


Segundo Publicou o Tony Rodrigues em seu Portal, a viagem do deputado estadual Georgiano Neto (PSD) para São Paulo a fim de fazer tratamento contra o Covid 19 foi bancada pela Assembleia Legislativa do Estado. O parlamentar recorreu ao presidente Themistocles Filho (MDB), que, a princípio, manifestou-se contrariamente.

Georgiano informou ao presidente que pretendia viajar por conta do Legislativo estadual. Themistocles explicou que não seria uma despesa justificável diante da crise enfrentada pelo Estado e pela nação. E também pelo fato de que o deputado poderia encontrar meios para o seu tratamento no próprio Estado do Piauí. Informações do Tony Rodrigues

Georgiano então comunicou ao seu pai a conversa que teve com Themistocles Filho e a relutância do presidente em bancar o deslocamento aéreo. O vôo pago pela Alepi seria naquele momento uma impossibilidade.

Júlio César quejá se encontrava em São Paulo ligou pessoalmente para Themistocles Filho e pressionou fortemente. O presidente da Assembleia ouviu uma série de argumentos enraivecidos. Júlio César disse que o filho tinha direito porque era deputado estadual e não estava pedindo nada. Que o presidente cumprisse com sua obrigação e autorizasse logo a viagem, caso contrário poderia sofrer conseqüências.

O deputado federal do PSD naquele momento não disse quais seriam estas conseqüências. Fato é que pouco depois, o presidente autorizou a viagem e Georgiano foi levado para São Paulo onde está internado em tratamento no hospital Sírio-Libanês.

O deslocamento de uma aeronave para uma cidade como Parnaíba, que está situada a 350 km aproximadamente de Teresina, custa em torno de R$ 6 mil ida e volta. No caso de São Paulo, a distância é dez vezes maior. (TR)

Sobre o Redação

0 Comments:

Postar um comentário