Só há leitos de (UTI) adulto e pediátrica em seis municípios do estado.

Mapeamento feito pelo grupo de Pesquisas em Geografia Humana, da Universidade Estadual do Piauí, mostra que só há leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e pediátrica em seis municípios do estado.

Os dados são referentes ao mês de fevereiro e têm como fonte o Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil, do Ministério da Saúde. O elaborador da pesquisa é o professor Carlos Rerisson Rocha da Costa.

De acordo com mapeamento, até o mês de fevereiro haviam 283 leitos de UTI adulto e pediátrica no Piauí. Destes, 183 apenas em Teresina. Os outros municípios concentram essa estrutura de terapia intensiva são: Piripiri, Floriano e Oeiras[ cada um com 10 leitos], Picos [27] e Parnaíba [43].

Os números de leitos apresentados incluem leitos vinculados e não vinculados ao SUS. Além disso, desconsideram os leitos de UTI Neonatais disponíveis no estado, tendo em vista sua especificidade. São considerados no mapeamento apenas leitos com possibilidade de utilização no atendimento de pacientes infectados pelo novo Coronavirus ,causador da Covid-19.

“O mapeamento revelou que há uma grande área descoberta por esse tipo de atendimento especializado no Piauí. Tenho ressaltado que são apenas esses dois tipos de UTI: adulto e pediátrica. Existem outros tipos de UTI. No caso do Piauí, poderíamos considerar ainda as UTIs neonatais, mas essas UTI são específicas para uso de recém nascidos e os equipamentos tem um uso específico então como o levantamento tinha o foco na preocupação do atendimento aos casos graves da pandemia selecionei apenas esses dois tipos”, explica o professor.

Veja o mapa completo da distribuição de leito de UTI

Postar um comentário

0 Comentários