Piauí registra sétimo caso de Febre do Nilo Ocidental; primeiro em 2020

O Piauí registrou o primeiro caso de Febre do Nilo Ocidental em 2020. O paciente mora em Água Branca, no interior do Piauí, e foi internado em fevereiro deste ano após retornar de São Paulo. O caso de Água Branca é o sétimo no Piauí nos últimos cinco anos. Os demais foram registrados nas cidades de Aroeiras do Itaim (2014), Picos (2017), Piripiri (2017), Lagoa Alegre (2019), Teresina (2019) e Amarante (2019).

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), o paciente foi hospitalizado no Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela com um quadro de meningoencefalite. Ele é adulto e já teve alta.

A Sesapi informou que monitora ativamente todos os casos suspeitos da doença. No Piauí, o Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella é o hospital de referência para diagnóstico e tratamento dos casos.

A Febre do Nilo Ocidental é uma infecção viral causada por um mosquito como dengue, zika, chikungunya e a febre do mayaro e as recomendações de prevenção são as mesmas: evitar a proliferação de criadouros e o contato com mosquitos transmissores.

Cidade Verde

Postar um comentário

0 Comentários